Follow by Email

sábado, 30 de outubro de 2010

Recomeçar. Começar.


Tá na hora.

Não dava mais pra sustentar uma situação dessas. Tem momentos em que é preciso tirar a lama do sapato, limpar de novo, e começar uma nova caminhada, por um novo caminho. Se vai ser melhor ou pior, não é questão, pra que se preocupar agora? Deixa o tempo vir, deixa tudo acontecer. Aquela covardia de andar, aquele medo, aquela comodidade de ficar parada e esperar as coisas acontecerem não vai existir mais. Não em mim. É preciso se permitir, dar nova chance para começos e recomeços, parar de carregar a culpa e qualquer remorso pendente. Isso faz mal à alma, ao corpo!

É preciso se libertar sabe? É um processo interno, e não externo. É dentro, e não fora. É preciso, e digo mais, necessário. E nem sempre o necessário é fácil... Na maioria das vezes, é o mais difícil a se fazer. Porém, é preciso brilhar de novo, e guardar lembranças boas, todas essas, aquelas, e as infinitas que estão por vir.

De mais a mais, é semear novamente, regar para que cresça e florir inteira.

Se transformar num lírio de novo. Vivo, dessa vez. E que exale o perfume ao qual se tinha esquecido o cheiro...

É se precisar e se ter. Buscar e alcançar, mesmo que os caminhos sejam tortuosos manter essa luz linda do dia, e se abençoar na noite.

É estar completa, mesmo estando só.

2 comentários:

  1. Gosto muito do que colocou no seu perfil. Acho que só Caio poderia falar de forma tão linda e transparente sobre Clarice Lispector. :D
    Apareça sempre pelo meu Blog, e nem se preocupe, aparecerei sempre por aqui.

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Recomeçar ou começar...precisamos ter mta coragem para os dois, a resposta nem sempre é a esperada, machuca mto, mas pode cessar a dor tbm! É um jogo de vida ou morte!

    Beijos
    Lindo texto

    ResponderExcluir