Follow by Email

domingo, 19 de setembro de 2010

Dialogando. Diga-logo-amo.

P – Você me ama?

M – Eu te amo?

P – Ama?

M – Se te amo?

P – É, eu estou te fazendo uma pergunta.

M – estou ouvindo, estou te fazendo outra também

P – E qual sua pergunta?

M – Você me ama?

P – Amo?

M – Ama. Não ama?

P – Amo. Por que pergunta se já sabe a resposta?

M – Pra ter o prazer de saber.

P – Você não me respondeu. Me ama?

M – Você perguntou?

P – Sim, perguntei. E to perguntando de novo agora

M – Quer saber se eu te amo?

P – Sim, quero

M – Você também já sabe a resposta. Porque pergunta?

P – Porque eu quero ter o prazer de saber.

M – Saiba então

P – Diga

M – Digo

P – Fale

M – Falo. Agora?

P – Sim, agora.

M – Eu te amo. Satisfeita?

P – Não. Você só disse. Agora, prove.

M – Como vou provar isso?

P – Você vai descobrir... Sinta, e mostre. Assuma algo. Pare de tanto orgulho.

M – Eu te amo. Muito.

P – Sim você já disse isso...

M – Mas estou te assumindo algo agora. Exatamente agora.

(...)

2 comentários: