Follow by Email

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Mar morto.



Pois é, eu acho que depois de tantas buscas inacessíveis os punhos têm ficado cansados de continuar tentando. Veja, não é covardia. Ou é. Não é medo. Ou é.

Simplesmente, meu amor, acho extremamente desnecessário continuar em um barco que está por demais afundado. Continuar lutando para nadar quando já estamos nos afogando faz tempo. Afogando em um mar salgado, um mar de desilusões, desgostos, dores. Despedida. Despedida é isso. Dói um pouco, eu sei. Se sei! Mas não se levante, não é necessário. Sabíamos disso tudo, não é? Desde o começo, o fim era previsível. Você sabia-eu sabia. Sentimentalismos a parte, a realidade é mais dura. Vem para nos tirar (ou colocar) desse abismo que cresceu entre nós, para nos esbofetear da forma mais ríspida, para cuspir em nossas caras todos os nossos fracassos. Eu sei. Não queríamos isso, tentamos. Tentamos muito, minha pequena. Tentamos até não conseguirmos mais respirar nesse mar, até os braços cessarem pelo cansaço da tentativa frustrada. Só não conseguimos; culpa? Não, nem minha, nem tua. Ou das duas. Só sei que nessa controvérsia de pensar, esquecemos de sentir.

Só...sentir.

5 comentários:

  1. As vezes nem sentir quero. Quero somente um café e um cigarro.

    Estou a seguir-te Mari, bjs

    ResponderExcluir
  2. E quando os braços ficam fracos, restam sentimentos que impulsionam para um novo recomeço....
    Lindo teu blog, flor ameiiiiiiiiiiiiiii

    beijos

    ResponderExcluir
  3. É vamos tomar um café e acender um cigarro, pq realmente amar tá difícil!

    Te sigo garota ;)

    Bjus

    ResponderExcluir
  4. 1) Digo o mesmo sarah. Seguindo você! :)
    ps.: quero um café e um cigarro também.


    2) Ju, obrigada linda!
    Que bom que tá gostando, to te seguindo também e seu blog também é lindo :)

    3) Vamos, claro.
    Seguinto também flor, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Eu queria estrar mais perto para te segurar quando caísse, mas não estou por que nem sempre querer é poder
    mas a vida consiste em uma eterna prova
    você cairá mas vencerá ao se levantar e continuar
    haverá sempre esse ciclo, o que vai importar são as pessoas ao seu reador que te amam, e eu garanto,eu te amo.

    ResponderExcluir